sexta-feira, 9 de abril de 2010

Grêmio 1x2 Pelotas - Gaúchão 2010

Após ser campeão do primeiro turno, correspondente à Taça Fernando Carvalho e completar a primeira fase da Taça Fábio Koff com 100% de aproveitamento, o Grêmio chegou às quartas-de-final do segundo turno. Com uma campanha de 15 vitórias consecutivas além de 51 jogos invictos em casa, o Tricolor disputou vaga contra o Pelotas, no Olímpico. E transformou o que seria um jogo de classificação fácil (até pelos próprios números apresentados) em um jogo dramático e histórico, assim o título Gaúcho que já era dado como certo por alguns gremistas, é colocado em risco.

O time não foi o Grêmio forte e estruturado dos últimos jogos. Foi um primeiro tempo de péssima qualidade, erros de passes, desorganização e de domínio do Pelotas, já que o Grêmio não conseguia se impor em campo. Até os 32 minutos somente os visitantes atacavam, a torcida chegou a perder a paciência várias vezes, um dos destaques negativos foi do meio-campo Douglas. Mesmo com pouco futebol e merecimento, o Grêmio conseguiu abriu o placar aos 47 minutos, após arremesso lateral passado para Bérgson, que cruzou na medida para Maylson abrir o placar para o Grêmio. Ainda no primeiro tempo o juiz começou sua sessão de erros, após não ver um pênalti do goleiro Jonathas em cima do atacante gremista Jonas.

O placar não mostrou o que aconteceu realmente dentro de campo, o Grêmio foi dominado durante o jogo, e o Pelotas só não marcou por erro de conclusão. Se no primeiro tempo o Tricolor jogou mal e estávamos à frente, no segundo tempo foi totalmente ao contrário. Quando o Grêmio pareceu estar tendo uma (pequena) melhora, o Pelotas se mostrou vivo, mesmo parecendo que o jogo iria terminar sem sustos: aos 20 minutos Tiago Duarte foi lançado com a zaga desarrumada, Victor saiu para tirar a bola, mas em um erro do nosso capitão fez com que o juiz assinalasse o pênalti, cobrado e convertido por Tiago Duarte: 1 a 1.

Parece que a sina das quartas-de-final estava continuando, já que os outros três jogos da fase foram decididos nas penalidades. O Grêmio estava sendo surpreendido em casa, com erro de Victor, um time totalmente desorganizado e diferente dos últimos jogos.Sobre a escalação, o Silas não estava em um dos seus melhores dias, Douglas foi uma lástima e as trocas infelizes: Mithyuê não estava nem no banco de reservas, Maylson teve que ser substituído por Leandro, e Hugo entrou no jogo, ambos voltavam de lesão. Mas a situação, que já era difícil, iria piorar.

O jogo que deveria ser comemorado por ser o 100° de Jonas no Grêmio teve esse acontecimento quase esquecido, lembrado apenas no gol claro que ele perdeu. Para aflição dos gremistas o empate persistia mesmo com o time se jogando todo ao ataque, o golpe fatal do Pelotas (e do juiz) foi dado as 32 minutos, após finta em cima de Mário Fernandes, o jogador Clodoaldo cair dentro da área e o juiz assinalou o pênalti, novamente Tiago Duarte cobrou e converteu. E o que de pior podia acontecer, estava acontecendo. O Grêmio continuou tentando atacar, buscando o empate que levaria o jogo aos pênaltis, mas para a surpresa de todos, o Pelotas vence por 2 a 1 o Tricolor.

Parece inacreditável, mas o Grêmio acabou sendo eliminado pelo humilde Pelotas pelo placar de 2 a 1. Pior que a eliminação, foi ver cair por terra estatísticas como a de 15 vitórias seguidas e 51 jogos invictos no Olímpico, números praticamente impecáveis. Agora é hora de repensar algumas coisas e perceber que o Grêmio já estava tendo (mesmo sem querer) o velho salto alto, parecendo que o jogo estava ganho, antes mesmo de ser jogado e acordando a torcida, que agora ver que o time não é essa maravilha, não é surpresa voltarem as vaias.

A torcida deixou-se levar pelo momento de ascensão, mas não percebeu que embora tivesse 15 vitórias consecutivas, todos os times tinham um nível muito menor de futebol, e quando enfrentamos um rival a nossa altura, que também disputa a série A, perdemos. Não dá pra culpar somente o juiz, somente o técnico e também não tem porquê desmerecer o Pelotas. É hora de repensar, será que o nosso futebol estava tão bom como pensávamos e estava maquiado por jogos de Estadual? A invencibilidade ia ser quebrada cedo ou tarde, melhor que seja agora contra o Pelotas, do que em um possível Grenal, na final onde já estamos garantidos.

O foco volta para a Copa do Brasil, o Grêmio enfrenta o Avaí na próxima quarta-feira as 21:50 no Olímpico, buscando a vantagem para o jogo de volta das oitavas-de-final. Enquanto isso, também aguarda o adversário para a final do Gaúchão 2010 que ficará entre Inter, Pelotas, São José e Ypiranga.

Maylson fez o gol Tricolor.

18 comentários:

diego disse...

Ta certo não jogamos muito bem, mas a arbitragem desastroza também contribuiu e muito !!!!!
Bjaummmm

Anônimo disse...

ashuashasuahsuashuashaushsauhasuhasuhasuahsuashuashuashasuhasuhasuashuashuashuashasuhasuhsauhasuashuasuas

se ferraram

Anônimo disse...

AUHHHHHHHHHHHHHHHHASUHASUHASUHASHUAHUASHUASHU

SE FUU

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

o q o gremista fala depois do jogo com o pelotas? FUUUUUUUUUUUUUUUU

ahusahsauahsuashusahuashsauhasuhsauashuashusahsauhasuhasuhasuashuashuashaushaushasuhsauhsausahuashusahasuh

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

FICARAM EM PELOTADOS

AHAHAHAHAHAHAH

Anônimo disse...

GREMISTA SOFREDORRR

Anônimo disse...

ihullllllllllllllll

Anônimo disse...

PE LO TAS

Anônimo disse...

IRAA

choraaa

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Que pena ale

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

excelente texto sobre a derrota do gremio

AHAHAHHAHAHAHA

Ale disse...

Bah, consegui bater o recorde de comentários. Valeu aí secadores, da próxima vez cria coragem e coloca o nome :)

E voltem sempre!
Abraços.

Anônimo disse...

De nada ale

BLOG ALEjado

Ale disse...

Vou fingir que não sei que é o Pedro :)